Apresentação

Você é do grupo dos vegetarianos que consome mais carboidratos, da dieta paleo com mais gordura e proteína ou do meio termo com equilíbrio dos macronutrientes?

Qual a relação ideal entre carboidratos e gordura para você?

Quais suplementos você realmente precisa tomar?

Você gostaria de identificar seu tipo metabólico?

Clique aqui para se inscrever e receber mais informações sobre o questionário de autoteste metabólico.

Introdução

Olá sou o Antonio Pitaguari da Autonomia em Saúde.

Hoje quero te falar que a definição dos percentuais ideais de carboidrato, gordura e proteína, bem como da melhor suplementação depende da correta identificação do tipo metabólico.

Talvez a citação mais utilizada em saúde e medicina seja a do médico grego Hipócrates: “que o alimento seja teu único medicamento”.

1 HipocratesIsso significa que grande parte das doenças começa no intestino. Ontem um médico me falou: nutrição é a verdadeira medicina.

2 Nutrição medicinaA alimentação desequilibrada está por trás da epidemia de doenças crônicas que vivemos hoje. O alimento, incluindo água e oxigênio, tem decisiva influência sobre o funcionamento do metabolismo, que é a soma de todas as reações químicas do corpo com a função de manter a vida. Todo alimento que você come pode ser classificado em duas opções: 1. Faz bem e promove saúde ou 2. Faz mal e traz doença.

3 Metabolismo

Pela lógica essa ideia mostra que existe clara relação entre biologia, fisiologia e psicologia, melhor, entre bioquímica, neurofisiologia e comportamento. O principal sistema fisiológico que media a relação saúde-doença é o sistema nervoso autônomo que controla as funções inconscientes do corpo, como digestão e frequência cardíaca. Essa ideia não é nada nova, mas até hoje ainda não foi bem absorvida em nossa estrutura de saúde.

Fundamentação

As fontes bibliográficas com os títulos traduzidos para o português são:

1. Francis M. Pottenger, Sr. (1869-1961): Sintomas de doença visceral (1944).

Francis Pottenger book2. Ernest Gellhorn (1893-1973): Princípios das integrações autonômicas-somáticas: bases fisiológicas e implicações psicológicas e clínicas (1967).

Ernst Gellhorn book3. William Kelley (1925-2005): Uma resposta ao câncer: um modo de vencer a guerra contra o câncer (1982).

W Kelley bookOutra obra primordial do Kelley é:

W Kelley self-test4. Nicholas Gonzalez (1947-2015): Nutrição e o sistema nervoso autônomo: as bases científicas do Protocolo Gonzalez (2017).

Gonzalez bookO Gonzalez foi treinado pelo Kelley. Veja uma foto dos dois juntos:

Kelley and GonzalezPretendo em breve fazer um próximo vídeo descrevendo o processo histórico do desenvolvimento desse incrível protocolo.

Sistema Nervoso Autônomo

Em síntese, a doença ocorre quando o sistema nervoso autônomo se encontra desequilibrado. Identificar o desequilíbrio autonômico é o primeiro passo para resolver a causa do problema de saúde em vez de simplesmente manipular os sintomas.

F1 Doença SNA desequilibradoCada dieta deve ser cuidadosamente desenhada conforme as necessidades pessoais. A solução é focar nas necessidades nutricionais individuais. Cada pessoa é uma individualidade bioquímica e como tal tem um tipo metabólico específico.

F2 pessoa = tipo metabO protocolo abrange 10 tipos metabólicos conforme o equilíbrio do sistema nervoso autônomo que se divide em simpático e parassimpático, responsáveis por cadeias de eventos opostos.

Sistema Nervoso Autônomo Simpático

O sistema nervoso simpático, apelidado de fuga ou luta, é responsável pela ativação de músculos, contração cardíaca, aumento do batimento e pressão arterial, ativação de órgãos endócrinos, como tiroide e adrenal, e hemisfério cerebral esquerdo.

F3 SNSSistema Nervoso Autônomo Parassimpático

O sistema nervoso parassimpático (descanso e digestão) ativa os órgãos digestivos e a pele, relaxamento cardíaco com diminuição do batimento e pressão arterial, redução da atividade endócrina e ativação do hemisfério cerebral direito.

F4 SNP

Predomínio do Simpático

A saúde tem direta relação com o equilíbrio dos dois sistemas. Quando um sistema predomina, as funções do outro ficam prejudicadas. Por exemplo, o predomínio do sistema nervoso simpático cria a predisposição para problemas digestivos, intestinais, úlceras, ansiedade entre outros.

F5 final finalCaracterísticas bioquímicas do predomínio do simpático: 1 metabolismo energético celular ineficiente, 2 ambiente celular ácido, 3 membranas celulares rígidas.

F6 Caract SNSA conversão muito lenta dos nutrientes resulta em grandes quantidades de restos ácidos como ácido lático e ácido pirúvico nas células, nos fluidos entre as células e no sangue.

Dieta para Predomínio do Simpático

É interessante observar que quando o simpático predomina existe uma inibição do processo digestório. Estômago, intestino, pâncreas e fígado são ineficientes, o que dificulta quebrar e absorver gordura e proteína. Assim, no caso do predomínio extremo do simpático uma alimentação 80% vegetariana com alimentos crus, frutas a vontade, arroz integral, sementes e nozes pode ser indicada.

F7 Dieta SNS FinalPredomínio do Parassimpático

Já no caso do predomínio extremo do parassimpático, cujo sistema digestório funciona melhor, as glândulas endócrinas, músculos, coração e hemisfério esquerdo são ineficientes.

F8 predom SNPOs problemas mais comuns são alergias, asma, bronquite, hipotireoidismo, fadiga crônica e depressão, inclusive a predisposição para obesidade.

F9 probls SNP

Dieta para Predomínio do Parassimpático

Aqui temos uma orientação de uma dieta com mais gordura e proteína, vegetais crus, frutas ocasionais e evitação de folhas verdes.

F10 Dieta SNP

Equilíbrio Simpático-Parassimpático

Quando os sistemas simpático e parassimpático encontram-se equilibrados a dieta indicada seria uma dieta mediterrânea ou uma dieta meio-termo entre mencionadas anteriormente.

Suplementação

Outro tema muito importante e crítico e que também sofre influência dessas variáveis é o processo de suplementação de micronutrientes como vitaminas, minerais, enzimas e fitonutrientes. Por exemplo, cálcio estimula a atividade do sistema nervoso simpático, potássio estimula a atividade do parassimpático e magnésio bloqueia a atividade do simpático. Atualmente existe uma febre no consumo do magnésio que pode estar fazendo mal para muita gente.

F11 Supl

Questionário para Autoteste do Tipo Metabólico

Com foco em Autonomia em Saúde, estamos traduzindo e adaptando o questionário Autoteste para Metabolismo Funcional de Kelley a fim de identificar o tipo metabólico individual, entre os 10 possíveis, e ajudar o respondente a saber atender do modo mais específico possível suas necessidades nutricionais e suplementares individuais.

F12 trad

Lembre-se não existe uma dieta ou um suplemento que seja bom para todos. Cada um tem suas necessidades individuais. Até pode servir para alguns, mas será que serve para você e vai te fazer bem?

Clique aqui para se inscrever e receber mais informações sobre o questionário de autoteste metabólico.

Se você gostou do vídeo e tem interesse em acompanhar os próximos capítulos dessa série, inscreva-se na nossa lista, deixe seu email para receber as atualizações desse projeto e poder saber mais sobre esse conteúdo e o questionário para testar seu tipo metabólico.

F13 inscrReferências

Em ordem cronológica

1. POTTENGER, Francis Marion (1901-1967). Symptoms of Visceral Disease: A study of the vegetative nervous system in its relationship to clinical medicine. St. Louis, USA: C. V. Mosby Company, 1922. (Diversas edições entre 1919 e 1944).

2. GELLHORN, Ernst (1893-1973). Principles of Autonomic-Somatic Integrations: Physiological basis and psychological and clinical implications. Minneapolis, USA: University of Minnesota Press, 1967.

3. KELLEY, William Donald. One Answer to Cancer: Na ecological approach to the sucessful treatment of malignancy. Texas, USA: The Kelley Foundation, 1974.

4. KELLEY, William Donald. Self Test for the Different Metabolic Types: and metabolic typing, the correct nutrition for your body. The original Metabolic Medicine´s Health Guide. Do-it-yourself book. Litchfield Park, Arizona, USA: College Heath Stores by Kettle Moraine Publishing, 2013.

5. GONZALEZ, Nicholas. Nutrition and the Autonomic Nervous System: The scientific foundations of the Gonzalez protocol. . New York, USA: New Spring Press (Kindle Edition), 2017.