Educação: Base de Saúde e Bem-Estar?

“Educação é o atiçamento de uma chama e não o simples preenchimento de um recipiente”
Sócrates

Educação em Saúde

Saúde deve começar pela educação.

A vontade de aprender a melhorar é a chave do Programa Vida Plena.

Segundo o Dicionário Houaiss, a etimologia da palavra doutor, deriva do latim doctor, significa mestre, preceptor, o que ensina.

Isso quer dizer que em vez de cuidar de doença, é mais importante focar na prevenção.

Infelizmente, saúde não faz parte dos currículos escolares, algo raramente ensinado e, assim, não aprendido o suficiente.

Considere-se a epidemia de doenças crônicas em curso e tema em foco aqui no blog.

 

“Educar não é a simples transferência de conhecimento, mas criar as condições de produção ou construção pelo próprio aluno”
Paulo Freire

 Educação Atual

Não temos uma educação de base, seja infantil ou de qualquer outro nível, consistente.

Grande parte dos problemas de saúde tem início nas escolas.

Conforme se pode observar no Documentário Educação Proibida (link a seguir), 98% das crianças com cinco anos são consideradas gênios, reunindo altos níveis de curiosidade, criatividade e pensamento divergente.

Entretanto, aos 15 anos, apenas 10% dos jovens mantém os mesmos níveis de genialidade.

A escola, conforme se encontra estruturada e não só no Brasil, em vez de estimular inibe o pleno desenvolvimento das habilidades criativas da criança.

A escola neutraliza, em grande parte, o potencial inato de seus estudantes.

Muitos pais, hoje, optam por alfabetizar os filhos em casa, pois a educação existente oferece grandes possibilidades de tornar o estudante um analfabeto funcional.

No citado documentário, a educação convencional, a partir de conhecimento memorizado, forma cidadãos com papel limitado, treinados para seguir ordens e para se satisfazer com tarefas repetitivas.

Renovação cria problemas para o status quo.

 

“O principal objetivo da educação é criar pessoas capazes de fazer coisas novas e não simplesmente repetir o que as outras gerações fizeram”
Jean Piaget

 Exemplo de Renovação da Educação

Existem muitos exemplos de renovação na Educação.

Você conhece, estimula e participa de algum esforço para renovação da Educação?

Segundo Cristovam Buarque (vejam no Globo News Play a entrevista concedida recentemente ao Roberto D´Avila), no Brasil apenas 20% termina o ensino médio com qualidade.

Embora a insuficiência na qual os estudantes chegam ao curso superior no Brasil, com satisfação posso relatar que tenho tido a grata experiência de participar de um efetivo experimento de renovação educacional.

Principalmente por fazer parte do corpo docente do curso de Administração da Instituição de Ensino Superior União das Américas, Uniamérica, pioneira no Brasil, na prática de metodologias ativas de aprendizagem, aqui em Foz do Iguaçu, no Paraná.

 

“Ninguém caminha sem aprender a caminhar, sem aprender a fazer o caminho caminhando, refazendo e retocando o sonho pelo qual se pôs a caminhar”
Paulo Freire

 Educação Funcional

O argumento deste texto é o de que a crise de saúde deriva, em grande parte, da crise da educação.

A escola que pratica uma educação funcional (eficiente, efetiva e eficaz) se dedica a inspirar, motivar o estudante, em vez da abordagem estática e artificial, que prioriza a memória de conceitos frios e que aplica avaliações que medem muito pouco em relação as futuras necessidades dos discentes.

O ideal é que a educação, a fim de bem preparar os jovens para os obstáculos da vida, incluísse um currículo escolar organizado em conteúdos dinâmicos e abertos, necessários para estimular autonomia, responsabilidade e suficiência do aluno.

É preciso priorizar a criação de habilidades sustentáveis e necessárias a fim de preparar o estudante para a vida real.

 

“Educação é um processo social, é desenvolvimento. Não é preparação para a vida: é a própria vida”
John Dewey

 Competências na Educação Funcional

A educação funcional deve ser personalizada para atender e sustentar as necessidades individuais.

Tal educação deve incluir, entre outros, alguns elementos prioritários com base em uma educação voltada os desenvolvimento de competências:

  1. Conhecimentos teóricos (saber): conceitos; estratégias; técnicas.
  2. Habilidades (saber fazer): avaliação de dados, informações e conhecimentos; comunicação (ouvir e expressar); identificação de possibilidades e alternativas; liderança; persistência; trabalho em equipe.
  3. Atitudes (querer fazer): acolhimento; autoestima; caráter; curiosidade; criatividade; empatia; flexibilidade; iniciativa; integridade; interesse de longo prazo; liderança; motivação; otimismo; pensamento divergente; talento.

 

“Educação é a arma mais poderosa que pode ser utilizada para mudar o mundo”
Nelson Mandela

 Educação e Saúde

Conforme se verifica facilmente são sérias lacunas do sistema educacional estabelecido que nos trouxe a essa epidemia de doenças crônicas.

É fato que são competências de complexa qualificação, sem contar a preparação para ensino e aprendizagem.

Eis os desafios da Educação Funcional que somente podem ser vencidos pelo trabalho em conjunto de familiares, educadores, sociedade e, principalmente, eu e você!

Somente uma educação voltada ao desenvolvimento das competências pessoais pode trazer saúde e bem-estar.

Esse é o objetivo da equipe do Blog Autonomia em Saúde, na elaboração do Programa Vida Plena.

 

“Quando você vive sua essência (follow your bliss), e por essência quero dizer o profundo sentido de ser e de agir o impulso da própria existência… abrem-se portas onde antes haviam muros”
Joseph Campbell

Documentário

Não deixe de ver os muitos exemplos de novas iniciativas em educação.

Excelente exposição sobre a realidade da educação.

https://youtu.be/-t60Gc00Bt8