Você utiliza gordura suficiente em sua dieta?

Responda o questionário abaixo e descubra!

Fat enoughDesinformação sobre gordura

Ainda existe muita desinformação sobre gordura, tanto a gordura em nossos corpos quanto as gorduras que comemos.

Responda o questionário abaixo e descubra!

Os resultados podem ser surpreendentes…

Identificação e atendimento ao tipo metabólico individual

Como parte do estudo que estamos desenvolvendo sobre os 12 tipos metabólicos, que possibilitam identificar e atender de modo personalizado as necessidades nutricionais e suplementares individuais, trazemos hoje um teste para você analisar se está consumindo gordura boa suficiente.

Assine nossa lista para saber mais sobre o Programa Saúde de Dentro para Fora

Hoje tem bastante informação alertando para a importância da gordura, mas ainda existe muita gente condicionada a acreditar que comer gordura aumenta a gordura corporal e o risco de se contrair doença cardíaca e outras doenças crônicas.

fat time magazineMas gordura não é nossa inimiga!

Pelo contrário, a verdade é que comer mais gordura ajuda a diminuir a dependência de carboidratos ruins, acelera a perda de peso e potencialmente pode prevenir ou reverter doenças crônicas.

Gordura faz parte da saúde. O alimento mais completo de que se tem notícia é o leite materno, composto por mais de 50% de gordura.

Exemplos do papel da gordura e do colesterol

A gordura e o colesterol têm importante papel em muitas funções do corpo, como por exemplo, estes sete:

  1. Produção de membranas celulares a fim de manter a biologia equilibrada e saudável
  2. Protege nervos e estimula a função cerebral em alto nível
  3. Facilita a composição de ácidos e sais biliares para a digestão
  4. Contribui para a síntese de hormônios esteroides como estrogênio, progesterona e testosterona, entre outros
  5. Ajuda na perda de peso. É isso mesmo, o que engorda é o carboidrato e não a gordura
  6. Melhora a fertilidade
  7. Até na síntese da luz solar em vitamina D

Sinais de pouca gordura

Por fim, aproveitamos para relacionar 7 sinais de alerta da pouca ingestão de gorduras boas:

  1. Pele seca, com coceira, ou descamação
  2. Unhas quebradiças, rachadas ou frágeis
  3. Excesso de cera na orelha
  4. Pequenas contrações involuntárias
  5. Articulações rígidas e crepitações
  6. Problemas de memória
  7. Ganho de peso

Cabe somente a você reconhecer esses sinais de alerta e fazer algo sobre eles!

Saiba selecionar gorduras boas e aceitáveis

Não há dieta universal que sirva para todos

Lembre-se não existe uma dieta ou suplemento padrão que seja indicado para todo mundo. Cada pessoa tem as suas necessidades individuais e que podem mudar conforme, por exemplo, estação, idade e ritmo de trabalho.

Dieta equilibrada

Quando o sistema nervoso simpático e parassimpático encontram-se equilibrados, a melhor alimentação é uma dieta tipo mediterrânea, composta de carboidratos (algo em torno de 10 a 75%), gordura (20 a 75%) e proteínas (15 a 35%). São orientações básicas e que variam imensamente conforme o tipo metabólico e as necessidades individuais…

Fat carbs ptnOutras dietas indicadas

É importante considerar que existe relação íntima entre doença e desequilíbrio do sistema nervoso. Nesse caso, existem situações onde podem ser indicadas dietas vegetarianas (predominância de carboidratos) enquanto em outros casos dietas cetogênicas (predominância de gorduras). Ainda há que se considerar alimentos crus e cozidos na hora de avaliar seu tipo metabólico.

fat questionnaire

Questionário Você utiliza gordura suficiente em sua dieta?

Aqui o teste para verificar seu nível de ingestão de gordura.

1. Você sente a mente lenta ou pesada?

  1. Sim, todo o tempo
  2. Às vezes
  3. Não, quase nunca

2. Você tem pele seca ou escamosa? Tem coceira regularmente?

  1. Sim
  2. Um pouco
  3. Não

3. Você tem unhas e cabelos quebradiços?

  1. Sim
  2. Às vezes
  3. Não

4. Você se sente satisfeito após as refeições?

  1. Nunca
  2. Às vezes
  3. Sempre

5. Você tem oscilações regulares de humor?

  1. Sim
  2. Às vezes
  3. Não

6. Você se sente energizado ao longo do dia?

  1. Não
  2. Às vezes
  3. Sim

7. Você sente fome depois das refeições?

  1. Sim
  2. Às vezes
  3. Não

8. Você costuma sentir frio ou tem dificuldade em se aquecer?

  1. Sim
  2. Às vezes
  3. Não

9. A maior parte de sua dieta é composta de alimentos integrais e não processados?

  1. Não
  2. Sim

10. Você evita comer gorduras saudáveis ​​como abacate, óleo de coco e nozes com medo de ganhar peso?

  1. Sim, o tempo todo
  2. De vez em quando
  3. Não, quase nunca

11. Você costuma experimentar desejos intensos de açúcar e / ou carboidratos refinados, como pão ou macarrão?

  1. Sempre
  2. Às vezes
  3. Nunca

12. Você costuma ter necessidade de uma soneca depois de comer?

  1. Sempre
  2. Às vezes
  3. Nunca

13. Na sua cozinha são utilizados regularmente óleos vegetais como milho, canola ou soja?

  1. Sim
  2. Não

14. Como é regularmente seu café da manhã?

  1. Pão, bolo ou cereais
  2. Iogurte natural com frutas e farinha de aveia ou linhaça ou sementes
  3. Ovos mexidos com presunto e abacate (ou não tomo café da manhã)

15. Você come pelo menos uma dose de gordura saudável com cada refeição? Por exemplo, azeite, abacate, óleo de coco, peixe gordo, nozes, azeitonas?

  1. Não
  2. Sim

Para obter o resultado de seu teste, some os números das opções selecionadas em suas respostas.

Resultados de 15 a 24 pontos

Esse resultado sugere que você não está ingerindo suficiente gordura saudável em sua dieta. Seu corpo está enviando sinais de não haver suficientes gorduras boas no seu metabolismo.

Resultados de 25 a 35 pontos

Você parece bem, mas poderia melhorar se ingerir um pouco mais de gordura boa!

Existem sinais de seu corpo não estar recebendo gorduras saudáveis o suficiente.

Resultados de 36 a 42 pontos

Parabéns!

Você parece estar ingerindo gorduras saudáveis ​​em sua dieta. Isso é ótimo!

Pesquisas recentes mostram a importância da gordura boa que vem sendo condenada por longo tempo.

Na verdade, gordura boa, carboidrato bom e proteína boa são essenciais para a boa saúde.

 

Assine nossa lista para saber mais sobre o Programa Saúde de Dentro para Fora

 

Fontes

HYMAN, Mark. How do I know if I´m eating enough healthy fat? Blog. Disponível em: <http://drhyman.com/blog/2016/12/28/know-im-eating-enough-healthy-fat/>. Acesso em: 30/12/2016 (questionário adaptado).

SHANAHAN, Catherine MD. Deep nutrition: why your genes need traditional food. USA: Big Box Books, 2008 (quadro gorduras boas, ruins e evitáveis).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *