Sobre

Meu nome é Antonio Pitaguari.

Pesquiso temas sobre consciência, o que me tornou voluntário e professor de Conscienciologia, desde 1990.

Profissionalmente sou professor de Administração na Faculdade União das Américas (Uniamérica), em Foz do Iguaçu, PR, a partir de 2008. Cada vez que eu fazia exame de sangue, desde jovem, o médico apontava um colesterol alto (em torno de 250). Lembro, em 2004, de ter sido orientado a utilizar medicamento para baixar o colesterol.

Considerei estranho o fato de ser um medicamento a ser tomado continuamente pelo resto da vida.

Em 2009, influenciado pelo fato de alguns amigos estarem seguindo orientações similares e pensando na importância da prevenção, fui orientado pelo médico a tomar Crestor, segundo ele, medicamento moderno de última geração, o que fiz por seis meses.

Realmente o colesterol total baixou significativamente (de 267,0 para 204,6), mas em contrapartida os efeitos colaterais ocorridos foram preocupantes. Tive diminuição de memória, sonolência constante e até mesmo redução do nível de lucidez e concentração (que em inglês alguns chamam de brain fog).

Por esses motivos, comecei a estudar colesterol e estatina e encontrei informações impactantes em relação aos conhecimentos estabelecidos em saúde.

A proposta do Autonomia em Saúde é sugerir a cada leitor interessado em melhorar a própria saúde que assuma a responsabilidade de conhecer e identificar o que lhe faz bem e o que lhe faz mal.

Saúde é pessoal, sua individualidade bioquímica, psicológica e espiritual é única.

Você é diferente de qualquer outra pessoa.

 

2 Comentários

  1. Sandra Rojas Ciceri

    Olá Antonio. Eu vi a sua conferência de hoje, obrigado pelo seu tempo. Você estará em Iguazu em dezembro? Eu gostaria de saber. Eu viajo com meu dupla de 22 de Dezembro a 5 de janeiro a CEAEC. Meu dupla quer ser um dia de voluntários reaprendencia.

    Nos vevemos en Puerto Rico- USA.

    Responder
    1. autonomiaemsaude

      Olá Sandra, agradeço muito seu interesse. Será uma grande alegria nos vermos em Foz…

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *