A Poderosa e Útil, Porém Pouco Atraente, Ciência da Economia

Olá leitor,

No contexto da autonomia em saúde, uma importante ciência precisa ser melhor considerada. Infelizmente, porém, muitos evitam a Economia. Mesmo pessoas inteligentes, e até políticos, são analfabetos funcionais no tema. A análise mais cuidadosa certamente pode apontar que a matéria é relevante, instigante até demais, para ficar restrita apenas aos iniciados.

Talvez o modo pelo qual a temática seja tratada afaste as pessoas. Fosse melhor compreendida, seria possível enxergar que a economia tem a capacidade de explicar alguns fatos sociais, como e porque ocorreram. Facilita olhar em volta, adiante e, assim, poder dar sentido ao mundo, orientar e antecipar efeitos da política.

Por exemplo, porque os benefícios da licença maternidade prejudicam as mulheres jovens de conseguir bons empregos. Porque reduzir a jornada de trabalho não aumenta o número de empregos. Tais observações sugerem dimensões intuitivas e contraintuitivas a esse valioso campo de conhecimento.

Economia nua e cruaO fato é que nos dias 18 a 20 de setembro de 2015, a profa Adriana Lopes e eu, ministramos a vigésima-quarta edição do curso Heterocrítica de Obra Útil, na cidade de São Paulo. Nesse curso são disponibilizados alguns livros para os alunos selecionarem, por meio de uma eleição, uma obra a ser lida e analisada por todos. Entre as obras disponíveis, o livro Economia Nua e Crua: o que é, para que serve e como funciona, de Charles Wheelan, publicação da editora Jorge Zahar, de 2014, me fez pensar que, devido a aparente esterilidade do tema, não seria escolhido.

Para minha surpresa, a obra foi selecionada e sua utilidade, validade, bom como a profundidade de seu conteúdo enriqueceu a todos os participantes do curso.

Não deixe de ver o vídeo:

Espero que gostem,

Antonio Pitaguari

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *