A influência do cálcio no sistema nervoso

Apresentação

No post anterior, quando tratamos da acidez metabólica do sistema nervoso simpático, fizemos menção, em termos de bioquímica, que existem três funções importantes para as pessoas com predomínio do simpático:

  1. Ambiente celular ácido
  2. Membranas celulares rígidas
  3. Como resultado, o metabolismo de energia celular ineficiente.

No citado post, tratamos do primeiro ponto, o ambiente celular ácido do sistema nervoso simpático.

Hoje, abordamos o segundo item, as membranas celulares rígidas, que apresentam relação com a influência do cálcio no sistema nervoso simpático.

1. Ambiente ácido do sistema nervoso simpático

O predomínio do sistema nervoso simpático, que promove o mecanismo de fuga ou luta, tende a acidificar o corpo humano.

Quem é mais ansioso e agitado precisa de uma alimentação mais alcalina a fim de diminuir a atuação do simpático.

Já com o predomínio do parassimpático, quando a pessoa apresenta problemas de fadiga e falta de energia, o corpo humano tende a ser mais alcalino e, logo, uma dieta ácida é importante para equilibrar o sistema nervoso autônomo.

Em síntese, o predomínio do simpático acidifica, já do parassimpático torna o corpo mais alcalino.

2. Membranas celulares rígidas do sistema nervoso simpático

Quando estudamos o predomínio do simpático, temos, além do ambiente ácido, membranas celulares mais rígidas.

A rigidez apresenta relação direta com o metabolismo do cálcio, o mineral mais abundante no corpo humano.

A predominância do simpático com membranas
celulares rígidas mostra excesso de cálcio

Esse ponto é fundamental para nos ajudar a entender as diferenças entre os tipos metabólicos com predomínio do simpático, do parassimpático e mesmo os tipos em equilíbrio.

Cálcio = mineral mais abundante no corpo

Embora seja sempre considerado o principal elemento responsável pela estrutura e densidade de ossos, dentes e cartilagens, o cálcio também tem outras funções. Trata-se de uma molécula extremamente versátil. No nível celular, o cálcio funciona como um hormônio, estimulando uma variedade de reações.

O cálcio é um dos principais componentes moleculares que proporciona estabilidade à membrana celular.

Cálcio proporciona estabilidade à membrana celular

3. Ineficiência do metabolismo de energia celular do sistema nervoso simpático

Segundo o Paradigma Metabólico, a atuação predominante do sistema nervoso simpático e os altos níveis de adrenalina e epinefrina resultantes tendem a concentrar cálcio não só nas membranas mas também no interior das células.

A predominância do simpático concentra cálcio nas membranas e interior das células

O excesso de cálcio celular produz membranas celulares muito fortes e apertadas que chegam a dificultar a entrada de nutrientes e saída de resíduos das células. Isso explica por que indivíduos com domínio extremo do sistema nervoso simpático ficam com as membranas celulares rígidas e resistentes às alergias.

Nesse caso, as membranas servem de barreira que bloqueiam a entrada nas células de moléculas potencialmente irritantes, bem como a liberação de moléculas normalmente associadas a sintomas alérgicos, como histamina e serotonina.

Vejam, é consenso entre os fisiologistas que a estimulação do simpático requer a presença de cálcio, e quanto mais cálcio, maior a atuação do simpático.

A estimulação do simpático requer cálcio
Mais cálcio, maior a atuação do simpático

Suplementação: cálcio ou magnésio?

Para cada pessoa existe uma relação ideal entre magnésio e cálcio, dependendo do funcionamento do sistema nervoso autônomo, e do consequente equilíbrio entre simpático e parassimpático.

É muito comum, terapeutas recomendarem magnésio e inibir o uso de cálcio para todos.

Assim, é importante ficar claro: para quem é muito ativo ou agitado, sinais claros do predomínio do sistema nervoso simpático, magnésio faz bem, pois reduz a atividade do sistema nervoso simpático. Também vale tomar potássio, pois estimula o parassimpático.

Já para quem tem problema de fadiga e falta de energia, sinais do predomínio do parassimpático, magnésio só vai piorar o problema. Essa pessoa precisa de cálcio para estimular o sistema nervoso simpático.

Esse conhecimento, foi construído pelo Pottenger ainda antes do Kelley.

 

O sistema nervoso simpático forte provoca uma cascata de aumento da retenção de cálcio, que quando aumentado estimula ainda mais o sistema nervoso simpático.

De modo semelhante, o ambiente ácido criado pelo sistema nervoso simpático forte tende a manter esse sistema forte. Em essência, o sistema simpático dominante cria um ambiente bioquímico que perpetua seu próprio domínio.

É isso aí pessoal, se tem interesse nesse conteúdo e quer conhecer mais sobre o Programa Saúde de Dentro para Fora, por meio do qual você vai poder conhecer mais sobre o Paradigma dos Tipos Metabólicos, o questionário para identificar seu tipo e subtipo metabólicos e saber como suprir suas necessidades nutricionais e suplementares assine nossa lista para receber mais informações…

Assine nossa lista aqui

Referência

GONZALEZ, Nicholas. Nutrition and the Autonomic Nervous System: The scientific foundations of the Gonzalez protocol. New York, USA: New Spring Press (Kindle Edition), 2017.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *