A Importância da Nutrição

A Importância da Nutrição

Educarparasaude7.jpg

 

Nutrição: pilar básico da saúde

Saúde tem relação direta com o alimento que se consome.

O combustível influencia decisivamente o funcionamento do organismo. Quando de qualidade ajuda a renovação do corpo. Quando ruim provoca desequilíbrio e doença.

Mas, se isso é verdade, por que é tão difícil definir o que é uma alimentação saudável?

 

O que é Alimentação Saudável?

Dieta mediterrânea

A grande questão é que todos somos diferentes e o que é bom para um pode não ser bom para outro.

Tim Spector, médico epidemiologista e geneticista, que passou por problemas alimentares, autor de centenas de artigos científicos sobre vários aspectos da nutrição e da biologia, no livro O Mito das Dietas, relata que descobrir a verdade sobre alimentação é um desafio maior do que mudar a dieta.

Outro dia, um amigo me disse que é mais fácil mudar de religião do que de dieta…

Então, como entender qual o melhor alimento para você?

 

Melhor alimento para você?

1

Vivemos tempos complexos. É preciso considerar questões como o consumo de verduras e frutas com agrotóxicos; consumo de carne obtida de animais alimentados com ração transgênica e a base de antibióticos; consumo de produtos processados e industrializados.

A fim de poder responder a tais questões, um dos primeiros pontos a ser considerado é a História da Biologia, em outras palavras, com que tipo de alimentação o corpo humano se desenvolveu.

 

Melhor alimentação para o Homo sapiens?

homo-sapiens

Na obra Uma Breve História da Humanidade Sapiens, Yuval Harari, ensina que ao longo da evolução do gênero Homo na história, 2,5 milhões de anos, o homem foi, por um período muito maior de tempo, caçador-coletor do que camponês. O Homo sapiens surgiu há 200 mil anos e somente começou a desenvolver a agricultura há 12 mil anos.

É válido afirmar que independentemente de local ou período da história, a atividade caçadora-coletora nos fornecia a nutrição ideal. Essa foi a nutrição humana por centenas de milhares de anos e com a qual o corpo humano melhor se adaptou.

Estudos de fósseis primitivos apontam que os antigos caçadores-coletores, a partir de alimentos distintos, passavam menos fome ou desnutrição, além de serem mais altos e saudáveis do que os descendentes camponeses. O segredo da saúde dos caçadores-coletores, contra fome e desnutrição, é a dieta variada, enquanto agricultores tendem a receber uma dieta limitada e, assim, desequilibrada.

 

Quais são os nutrientes ideais?

As necessidades individuais de macro e de micronutrientes variam conforme inúmeros fatores. Não apenas em termos de calorias, mas dos efeitos metabólicos individuais. Um dos principais indicadores para avaliar a qualidade alimentar, o índice glicêmico derivado de algum elemento não é igual para todos, ou seja, varia para cada pessoa, segundo seu tipo metabólico.

slide-10Segundo alguns autores, as três dietas com melhor nível de adaptação à biologia humana seriam:

1. Vegetariana (maior percentual de carboidratos).

2. Mediterrânea (equilíbrio dos macronutrientes).

3. Paleolítica (maior percentual de gordura).

Alimentos comuns as três dietas:

smile

1. Vegetais sem amido.

2. Frutas com baixo índice glicêmico.

3. Tubérculos (moderadamente)

 

As três dietas sugerem eliminar:

Não

1. Açúcar.

2. Farinhas.

3. Óleos vegetais.

 

Indicações para uma dieta melhor

Em vez de uma decisão filosófica, cada indivíduo precisa identificar a sua necessidade biológica, conforme seu perfil fisiológico.

Uma regra inicial para se estudar a questão da indicação da melhor dieta individual é estudar o sistema nervoso autônomo.

1. O predomínio do sistema nervoso simpático (pessoa mais agitada) indica a dieta vegetariana com predominância dos bons carboidratos.

2. O predomínio do sistema nervoso parassimpático (pessoa mais tranquila) sugere a dieta paleolítica, com mais gordura.

3. O sistema nervoso com equilíbrio do simpático e do parassimpático orienta a aplicação da dieta mediterrânea, carboidratos e gorduras em proporções similares.

 

Nova Pirâmide Alimentar

A fim de contribuir para as opções pessoais no sentido de construir uma dieta saudável e variada vale rever as orientações anteriores e considerar a seguinte pirâmide.

screenhunter_347-sep-07-18-04Orientações básicas:

1. A nutrição é a primeira e mais importante chave para a saúde.

2. Utilize alimentos não transformados e não processados, evitando grãos e açúcares, que são os precursores das doenças.

3. Consumir uma dieta principalmente rica em gorduras saudáveis e vegetais crus orgânicos (o ideal é entre 50-75% de sua dieta).

4. Em seguida, consumir proteína boa, preferencialmente com carne de gado que pasta e aves criadas não confinadas. Utilize um grama de proteína para cada quilo de massa corporal. Por exemplo: se tiver peso de 60 Kg, utilize 60 gramas de proteína por dia. Pode-se aumentar esta quantidade caso você faça exercício físico intenso.

5. Comer frutas moderadamente. Frutas contêm frutose, que deve ser mantida abaixo de 25 gramas por dia.

6. Por fim, é importante reduzir ou eliminar os grãos de sua dieta para ajudar a diminuir a insulina e para que você possa atingir ótima saúde e bem-estar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *